#Dia 21

fevereiro 26, 2011

- Um texto que tenhas escrito há algum tempo.

 Você esteve do meu lado todo o tempo. Me ensinou coisas que hoje priorizo, mas você não está aqui do meu lado. Sorrindo, cantando, como sempre.
 Você está em outro lugar. Com ela e eu sei que está bem. Você sempre me diz isso e eu vejo em seus olhos.
 Você esteve do meu lado. Não mais. Não agora.
 Você mostra seu pulso, balançando a pulseira que te dei. Você nunca a tira e isso me deixa confusa.
 Não prova nada.
 Você já me amou? Alguma vez? Sentiu saudade? Sonhou comigo?
 Você me abraçava como se temesse nunca mais poder fazer isso. Você ainda faz. Mesmo com ela.
 E o abraço é tão apertado. Sinto falta.
 E o amor? Onde ficou? Ele parou de funcionar. Acho. Porque eu não sinto ciúmes. Não choro por você.
 Consigo te encarar quando está com ela. Consigo sorrir.
 Você foi um pedaço meu que se tornou livre.
(Data: 23/10/2010)


Little thing

fevereiro 24, 2011

 Cara inspiração,
     receio que esteja um pouco afastada, espero sua volta com ansiedade. Mas enquanto não vem, me restam as migalhas de sua lembrança. 
     Quando retornares, volte com força, chute minha porta, abra meus olhos, grite. Esperarei ansiosa sua chegada.


         De uma pessoa, que espera terminantemente sua chegada (ou volta).

I have a dream

fevereiro 19, 2011

Pensei bastante no que escrever e acabei chegando a conclusão : about me.
Estava pensando nos anos que passaram, nas coisas que me aconteceram, nos filmes que assisti, das risadas que dei e até das lágrimas que não contei. Estava pensando nos rostos que vi durante minha vida, mais da metade não lembro e os que lembro tem o seu aspecto borrado. Pensei também nos meus professores, tantos chatos, outros engraçados, outros que não sabiam explicar, outros que me ignoravam. Eu aprendi com eles. Não aprendi com minha turma todo ano, como muitos ou como todos. Eu aprendi com meus professores, eles me ensinaram não só matemática, gramática ou química, me ensinaram a encarar a vida de maneiras diferentes. Claro que eles não foram os únicos professores na minha vida, minha maior professora foi minha mãe, lutando, enfrentando dores, sabendo lidar com situações, encarando tudo POR MIM. 
E então, eu pensei, por último, em meus amores, amores não correspondidos, amores que eu achava que eram correspondidos, em amores que me esquivei, que não vi, que ignorei. Pensei nas sensações que tive, e sempre vejo como fui boba, como ERA boba, de como eu ficava fria, calada e chata. Lembrei das poucas vezes que consegui dizer um eu te amo a quem merecia. E SORRI. Sorri pra isso tudo, me lembrando.
Foi então que eu percebi que eu tinha um sonho, um sonho em que todos os sonhos se tornavam um, eu quero mais borboletas na barriga, mesmo que elas incomodem, elas provam que eu sinto algo. Eu quero aquele sorriso sincero, aquele beijo doce, aquela palavra amiga, um ombro pra chorar, um abraço pra aquecer, um eu te amo pra esquecer de tudo. E eu quero mais professores pra ensinar, melhor amigos pra tirar fotos, sorrir pra desconhecidos. E esse sonho é viver.
Viver cada dia, cada detalhe, cada molécula de oxigênio. Enfrentar as horas, o sol, a chuva, as lágrimas, coração partido.
Este é o meu sonho : VIVER !
Compartilhe ele comigo...



*** 

#Dia 20. 
- Uma paixão secreta (ou nem por isso).
Acho que esse português é de Portugal, por isso não sei bem o que significa "o nem por isso".
Mas uma paixão NADA secreta é : Jensen Ackles *-*

-P.s. Estou um pouco sumida, mas sempre que posso estou retribuindo as visitas, comentários, vendo os blogs que acompanho. Alguns não sabem, mas a música que tem aqui, ao lado é do Linkin Park, estava pensando em mudar pra essa song, quando eu ouvi essa música em um blog, o clipe melhor dizendo, me apaixonei. Então, o que me dizem da troca?!
Beijos e bom fim de semana a todos.

Pulsar. Pensar. Não pensar.

fevereiro 12, 2011

  Enquanto as coincidências se chocam contra mim eu vou parar de pensar. Parar de me perguntar "Pra quê tudo isso?". Vou parar de dizer FOREVER ALONE. Vou parar de me tremer na frente das pessoas. E vou engolir o Eu te amo que eu reprimo a tanto tempo. O Eu te amo mais importante. Aquele.
  Vou tentar ser mais coerente. Vou parar de chorar sem motivo. Sem entender o motivo. E achar que é tudo. Mas não. Sou eu, me decepcionando comigo mesma. Sou eu, me julgando e batendo a cabeça no mesmo lugar.
  Cara...cara...tá vendo? Eu tô usando gírias. Com palavras poucas. Muito usadas. NÃO MINHAS.
  E eu quero chorar neste exato momento. Chorar ouvindo as músicas dele
  Quero dizer para os meus pais que "Não se preocupem, eu cresci, pretendo levar minhas próprias topadas para aprender."
  Quero dizer que gosto de tatuagens. Que não suporto os preconceitos deles. 
  Que gosto de surtar, às vezes.
  E eu queria parar de PENSAR. Parar de NÃO AMAR. Deixar de escrever. Parar de pensar que estou apaixonada, sem ser.
  E parar de misturar tantos assuntos em poucas linhas.
  E parar de pensar que alguém me entende.
  Como poderiam? Se nem eu consigo...
  E olha eu de novo, pensando.




#Dia 19.
-  Uma colecção que faças (ou que gostarias de fazer).
 Pensando aqui, acho que só faço coleção de livros, que bem, não é uma coleção em si, é mais um vício.
 E eu gostaria de fazer uma coleção de DVD's de SERIADOS *O*



Irreparable

fevereiro 07, 2011

 Por que nunca entende minhas queixas?
 Acha que sou injusta?
 Acha que invento tudo só por causa da TPM?
 Não. Nunca foi assim.
 Eu escondo bastante, sempre escondi.
 Mas quando algo fica martelando na mesma tecla.
 Eu surto. Eu grito.
 Eu choro.
 E foi assim. Foi assim que aconteceu.
 E eu não estou tão bem quanto aparento estar.
 Eu não estou sorrindo para esconder, como faço.
 Eu quero que vejam as lágrimas.
 As marcas.
 Tudo.
 Tudo que você fez.
 E não é a TPM.
 Não é dor de cabeça ou de dente.
 É o coração, irremediável. Que continua a pulsar tanta confusão. Tanta dúvida.
 Tanta dor.



-----------------------------------------------------------
#Dia 18
 - Um site que visites regularmente e outro que tenhas perdido o interesse.
 Visito: Tumblr
 Perdi o interesse : Formspring

Quero avisar que os selos recebidos, estão na página de selos aqui ao lado. Eu não coloco indicações , quando eu indico eu aviso no blog da pessoa. Obrigada aos comentários anteriormente, e por tentarem entender o meu "poema". Beijos pra todos.

Prevedibile

fevereiro 02, 2011

Um encaixo perfeito é o que me dizes.
 Um enfeite a mais é o que parece.
      Uma dúvida que lateja a mente.
        Um sorriso doente.

  Olhos marcados.
   Peito estufado.
     De dor ou de orgulho?
É o que pergunto...

Onde estás, o que faz, o que me dizes.
            É previsível.
                        É grosseiramente igual.
    
    E mesmo que eu diga, não muda :
 Seu sorriso esnobe, rosto profundo, marcas na pele
                        E um coração doente.


----------------------------------------------------------------------
#Dia 16
 - Uma citação que gostes
"Mas tantos defeitos tenho. Sou inquieta, ciumenta, áspera, desesperançosa. Embora amor dentro de mim eu tenha... Só que não sei usar amor: às vezes parecem farpas." - Clarice Lispector



Acho que viajei um pouco nessa minha postagem, tentativa de rimar...Deixem suas opiniões, retribuirei as visitas assim que der e obrigada pela compreensão e de compartilhar suas opiniões comigo, concordando ou não com o que escrevo.
 
FREE BLOG TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS